!-- Google Tag Manager (noscript) -->
top of page

Órigo Energia se une ao Consórcio Cerrado das Águas pela conservação do bioma Cerrado

Empresa referência em energia solar e renovável é a primeira a aderir ao projeto Investidores pelo Futuro, iniciativa em prol de uma agricultura sustentável que age pela disponibilidade de recursos pensando no hoje e no amanhã.  

 

O ano de 2024 foi iniciado com reforço para as ações do Consórcio Cerrado das Águas (CCA). A Órigo Energia, empresa pioneira em energia renovável no Brasil, foi a primeira a ingressar na iniciativa lançada pela plataforma colaborativa: “Investidores pelo Futuro”. Lançado em 2023, o projeto tem como objetivo conectar a comunidade e as empresas em ações de conscientização e práticas para a conservação no bioma Cerrado na Região do Cerrado Mineiro. Ao aderir ao projeto, pessoas e/ou empresas investem em ações e atividades de agricultura climaticamente inteligente e regenerativa, visando à resiliência climática e a mitigação dos efeitos do aquecimento global. 

 

Com objetivos comuns, a Órigo Energia, empresa que possui mais de 100 fazendas solares espalhadas por Minas Gerais, Pernambuco, Ceará, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e São Paulo, captando luz do sol e transformando em energia elétrica de forma sustentável, firmou parceria com o CCA e realizaram a sua primeira ação em janeiro. De forma conjunta, em uma das propriedades integrantes do PIPC – Programa de Investimento no Produtor Consciente, foi realizada uma restauração de uma área de 0,5 hectares com o plantio de 500 mudas nativas. A área, localizada no município de Patrocínio sofreu com os efeitos da geada ocorrida no ano de 2021 e, agora, recebe um investimento para aumento de sua resistência aos efeitos do clima, ao mesmo tempo em que colabora para o aumento da biodiversidade, contribuindo para um futuro sustentável. 



 “A área escolhida fica às margens de um dos principais córregos que compõem a sub-bacia hidrográfica do córrego Feio, em Patrocínio/MG. Trata-se de uma sub-bacia que é fonte de abastecimento de água para o município e que necessita de ações sustentáveis tanto na área produtiva quanto nas áreas de vegetação nativa. Entendemos que é através de ações conjuntas, tanto dos produtores quanto o apoio do setor público e privado, é que conseguimos resultados efetivos para tornar as paisagens produtivas sustentáveis, e o apoio da Órigo está sendo neste sentido. A recomposição da vegetação nativa é um processo a longo prazo, mas que precisa ter início hoje. Na implementação, fizemos o preparo do solo e controle de espécies invasoras, as quais competem com as espécies nativas regenerantes do local e que acabam prejudicando o desenvolvimento das mudas. Além disso, foi realizado o plantio consorciado de espécies nativas para aumentar a densidade da vegetação e o local foi cercado para que não ocorra o pisoteio do gado”, explica Mariana Cristina, bióloga e analista de paisagens conectadas do Consórcio Cerrado das Águas. 


Os investimentos são feitos de duas formas: financeiramente ou em bens e serviços e a adesão à iniciativa é feita pelo site do CCA. Na plataforma, a pessoa ou empresa escolhe como pode ou quer investir para garantir a disponibilidade de recursos naturais no futuro, seja apoiando agricultura sustentável para mitigar as mudanças climáticas ou apoiando a restauração da vegetação nativa do Cerrado para proteger espécies ameaçadas de extinção; neutralizando a pegada de carbono e promovendo a segurança alimentar e a garantia da disponibilidade de água e foi isso que motivou a Órigo Energia a se tornar um investidor na categoria “Guardiões do Cerrado”. 


“A Órigo permanece firme nos seu compromisso com a agenda de sustentabilidade global e em busca de um desenvolvimento sustentável. Esta parceria com o Consórcio Cerrado das Águas (CCA), iniciativa pautada na inovação sustentável, demonstra o quanto estamos empenhados em trabalhar alinhados com outras empresas e associações igualmente comprometidas para garantir um futuro ambientalmente justo e propício para a sobrevivência humana.  Nosso objetivo, através do modelo de negócio da Órigo, é envolver cada vez mais entidades que desenvolvam suas atividades com o uso responsável de recursos sustentáveis e a promoção de cadeias produtivas eficientes”, afirma Surya Mendonça, CEO da Órigo Energia. 

 



Contribuindo com os avanços do CCA 

Como plataforma colaborativa, o Consórcio conta com 12 empresas da cafeicultura que subsidiam as estratégias e dão suporte para as iniciativas avançarem, sendo membros associados, logo, com o projeto, o CCA recebe reforço para dar continuidade às suas iniciativas de Agricultura Climaticamente Inteligente e regenerativa.  

 

“Estamos vivendo em estado de emergência quando o assunto é o clima. Esse é um problema comum e as questões de exclusividade ou ser reconhecida como ‘dona’ de uma solução pode levar à perda de foco. É preciso novos paradigmas na tomada de decisão quando o assunto envolve restauração de serviços ecossistêmicos e a busca deve focar nas iniciativas que podem gerar maior impacto ambiental. Nós estamos muito felizes em receber a Órigo como parceira, pois as ações coletivas geram resultados rápidos, eficazes e em escala planetária”, avalia Fabiane Sebaio, bióloga e secretária executiva do Consórcio Cerrado das Águas. 

 

Para enfrentar um problema que é coletivo é preciso agir também coletivamente  

Por meio do esforço conjunto, o CCA coleciona números que mostram que é possível construir paisagens produtivas sustentáveis, impactando positivamente o Cerrado. Os dados de 2023 somam 500 hectares implementados de Agricultura Climaticamente Inteligente; 48 mil árvores plantadas; 130 hectares de planos de adaptação climática em 2022; 150 hectares de área em processo de restauração e 367.334 toneladas de potencial de sequestro de carbono. 

 

Sobre o CCA 

Criado em 2015, em Patrocínio - MG, o Consórcio Cerrado das Águas tem como objetivo agregar esforços para a implementação de estratégias que garantam a provisão de serviços ecossistêmicos a fim de alcançar um sistema produtivo resiliente às mudanças climáticas. 

 

A iniciativa possui como membros associados as seguintes empresas: Nescafé, Expocaccer, Nespresso, Lavazza, Cooxupé, CofCo, Volcafé, Stockler, Daterra, Federação dos Cafeicultores do Cerrado, CerVivo e Starbucks. Além disso, a plataforma possui os parceiros-chaves como a Prefeitura de Municipal de Serra do Salitre e a Prefeitura Municipal de Coromandel.  

Saiba mais acessando: http://cerradodasaguas.org.br 

 

Sobre a Órigo Energia  

A Órigo Energia, uma empresa líder em geração distribuída, é uma das pioneiras no setor no Brasil, operando desde 2010. A Órigo tem como objetivo massificar e democratizar a energia renovável no país e participa ativamente das principais discussões setoriais e incentiva medidas que possam tornar a energia renovável uma alternativa simples e acessível para todos os brasileiros. Em 2019, a Órigo obteve a certificação internacional como B Corporation por seu compromisso com o impacto social e ambiental por meio de seu modelo de negócios. Sua atuação responsável também garantiu, por dois anos consecutivos, o Prêmio Eco, da AmCham e, em 2023 foi considerada uma das empresas mais promissoras do mercado de acordo com o relatório setorial da Distrito. Também em 2023 recebeu o reconhecimento de Experiência do Cliente, o Prêmio NPS, como a empresa mais bem avaliada no setor de geração distribuída de energia no Brasil. Entre os acionistas importantes da Órigo, estão: I Squared Capital, Augment Infrastructure, IFU, TPG ART- Circularis Partners, BlaO - Blue like an Orange Sustainable Capital, MOV Investimentos e Mitsui.  

 

_______________ 

 

Informações para a imprensa   

Assessoria de Comunicação CCA 

Polliana Dias (34) 9.98818-7718 / pollianadiasf@gmail.com 

 

Ideal PR (www.ideal.pr)   

Juliete Neves (71) 9.9271-7248 / juliete.neves@ideal.pr   

Rodrigo Fonseca: (11) 9.4846-5003 / rodrigo.fonseca@ideal.pr      

Rafael Borges: (11) 9.7461-2757 / rafael.borges@ideal.pr    

 

 

37 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page