!-- Google Tag Manager (noscript) -->
top of page

Agricultura Climaticamente Inteligente: Fazenda referência na produção de café recebe 1ºDia de Campo

Atualizado: 11 de jul. de 2023

Referência em sustentabilidade, a Fazenda Três Meninas, localizada em Monte Carmelo no Cerrado Mineiro foi palco para o primeiro Dia de Campo PIPC (Programa de Investimento no Produtor Consciente). A ação encerrou três dias de viagem pelo Cerrado Mineiro, onde foram apresentadas diversas ações realizadas pelo Comunicação Consórcio Cerrado das Águas em conjunto com produtores de café na Região do Cerrado Mineiro.


O trabalho do Consórcio, em expansão, tem como foco garantir a manutenção dos recursos hídricos. 70 pessoas estiveram presentes no Dia de Campo e em pontos estratégicos da fazenda puderam conferir o que tem sido feito. O proprietário, Marcelo Urtado, que é também presidente do Consórcio Cerrado das Águas e analisa que ação teve um impacto positivo para aqueles que desejam consolidar ou realizar a transição para ACI, podendo adotar as estratégias do Consórcio como caminho.


“O sentimento após este evento é de um novo começo, porque com tantos resultados positivos agora, a gente fica mais forte para seguir adiante, pois vimos o interesse dos produtores pela transição para a Agricultura Inteligente para o Clima pelas perguntas e pela troca de experiências promovida no Dia de Campo. O passo mais difícil para essa agricultura inteligente é abrir a mente, é estar apto a receber novos conhecimentos, logo, ter tanta gente na fazenda, neste evento do Consórcio Cerrado das Águas, com esse propósito, dispostas a essa troca de informações, é muito importante para todos nós, não somente nós do CCA, mas para toda a cadeia que impactamos, o que representa milhões de habitantes”, avalia Urtado.


As estratégias apresentadas foram cafeicultura regenerativa, que tem como base a ação do solo coberto o tempo todo, diversidade na paisagem, controle biólogico e uso de marcoe microbiológicos. As boas práticas agrícolas têm sido adotadas pela família Urtado desde 2016. Desde o início, Marcelo e Paula Urtado tinham como foco uma produção responsável, impactando positivamente o meio ambiente e o social.


Entre os participantes, estiveram presentes também importantes players do mercado de café. “Eu fiquei muito feliz e surpreso com a consistência dos resultados que foram apresentados pelo Consórcio Cerrado das Águas até agora, sendo algo que me deixa cheio de esperança com o que o futuro nos traz, me fazendo pensar que o melhor ainda está por vir. Acredito que as ações realizadas recentemente são um divisor de águas, engajando toda a cadeia do agronegócio aqui na região e mostrando que é possível atuar de forma colaborativa entre os atores da cadeia e, que assim, podemos atingir grandes resultados com curto período de tempo. O CCA é um trabalho sério, que demonstra resultados consistentes e que está apenas no começo, então é um modelo piloto desenhado para gerar resultados, logo convido toda a sociedade a conhecer, porque a água é um bem é acima de qualquer discussão, toda a sociedade tem que estar engajada e proteger esse bem precioso”, considera Marcelo Pedroza, representante da empresa associada Volcafe, fortalecendo o propósito do CCA.



O Consórcio Cerrado das Águas trata-se de uma plataforma colaborativa e tem a participação do campo, indústrias, governo e também da sociedade civil. A viagem ao Cerrado, inclusive, foi possível graças aos parceiros, como por exemplo o Sebrae, que também tem dado suporte para outras ações em prol de uma cafeicultura resiliente e principalmente de baixo impacto climático.


“A organização que o Consórcio representa, especialmente como ele consegue trazer uma visão estratégica unificada na busca de uma atuação focada no recurso do uso inteligente dos recursos para uma agricultura resiliente, é muito importante para a gente conquistar aquilo que a gente almeja relacionado à agricultura sustentável e isso, por si só, já justifica a importância para o produtor. Sabemos do desafio que existe da produção agrícola relacionada ao clima ao mercado e hoje, mais do que nunca, a sustentabilidade tem sido, não só um diferencial, mas uma necessidade de uma expectativa global do atendimento. Os produtores rurais brasileiros têm no Consórcio, uma base da sustentação necessária para que o meio ambiente possa ser preservado e que o produtor tenha sucesso na sua empresa rural. Nós do Sebrae somos e seremos parceiros de iniciativas tão importante como essa, reconhecendo a importância e a razão de ser do Consórcio”, declara Marcos Alves.



Sobre o Consórcio Cerrado das Águas


Criado em 2015, em Patrocínio - MG, o Consórcio Cerrado das Águas tem como objetivo agregar esforços para a implementação de estratégias que garantam a provisão de serviços ecossistêmicos a fim de alcançar um sistema produtivo resiliente às mudanças climáticas.

A iniciativa possui como membros associados as seguintes empresas: Nescafé, Expocaccer, Nespresso, Lavazza, Cooxupé, CofCo Internacional, Volcafé, Stockler, Daterra, Federação dos Cafeicultores do Cerrado e CerVivo. Além disso, a plataforma possui os parceiros-chaves como Prefeitura Municipal de Serra do Salitre e Prefeitura Municipal de Coromandel.


Por: Virgínia Alves + Consórcio Cerrado das Águas

Fonte: Notícias Agrícolas


https://www.noticiasagricolas.com.br/noticias/cafe/347026-agricultura-climaticamente-inteligente-fazenda-referencia-na-producao-de-cafe-recebe-1-dia-de-campo-pipc.html#.ZEu6hHbMKUl

26 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page